Política
REELEIÇÃO
De olho em 2018, Wellington e Rejane Dias reúnem prefeitos
Evento claramente político mostra que a primeira-dama já está se movimentando para garantir a reeleição como deputada federal
29/09/2017 por Redação
Tamanho da fonte A A

O evento deixou claro que Rejane Dias já se movimenta para garantir a reeleição em 2018. (Foto: Reprodução/Facebook)

A secretária de Educação, deputada federal Rejane Dias (PT), reuniu 35 prefeitos para tratar sobre as demandas dos municípios. O evento político reuniu os gestores que são aliados da primeira-dama e do governador Wellington Dias (PT).  

O evento deixou claro que Rejane Dias já se movimenta para garantir a reeleição em 2018. Participaram os prefeitos que votam no governador e na primeira-dama para deputada federal. Para imprensa, ela desconversou sobre o teor político e afirmou que decidiu reunir os prefeitos porque em outubro deve se afastar da secretaria para retornar à Câmara Federal para solicitar as emendas parlamentares.

Rejane, como deputada federal, deve indicar recursos para as cidades dos prefeitos aliados. Pedidos não faltam. Os gestores cercaram a primeira-dama e o governador com solicitações de obras e recursos.

“Estamos recebendo pelo menos 34 prefeitos. Todo ano faço esse encontro. Isso é importante porque quando chega o período de indicar as emendas gosto de ouvir os prefeitos. É necessário porque são os gestores que estão na ponta e sabem da real necessidade dos municípios. Eles vem fazer essa indicação, mas dito isso, nós fizemos toda uma programação e fiz questão de trazer um técnico do FNDS e da Codevasf porque 80% das emendas vai para essa área”, afirmou.

O momento também foi um pedido de paciência do governador e da secretária aos prefeitos aliados. Os gestores estão insatisfeitos com a possibilidade da paralisação de obras devido a necessidade de redução de gastos. O estado está no limite prudencial imposto pela lei de responsabilidade fiscal. Todas as secretarias terão que economizar.

Rejane Dias afirma que a Secretaria de Educação é uma das afetadas. “Afeta muito. Todas as secretarias. Nós planejamos todas as ações, com relação a recuperação de prédios e construir novas escolas. O governador vai falar sobre os cortes. Ele vai explicar o que tem planejado com recursos dos empréstimos para os municípios, vai falar do plano de ação do próprio Governo do Estado. É importante que os municípios saibam da situação fiscal que requer cortes e como o gestor vai poder fazer mais com menos”, declarou.

Fonte: Política Dinâmica

© 2017. | Manchete Piaui | Todos os direitos reservados.
Rua Monsenhor Hipólito, Nº 870, Sala 302, Centro, Picos – PI.
Celular / WhatsApp: (89) 9 9909-8954 - Email: manchetepiaui@gmail.com
Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Manchete Piaui.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.