Concursos
NOVO CONCURSO
Governador anuncia novo concurso para a PMPI em 2018
Em relação à PM, serão convocados 331 aprovados no último concurso para soldado, além de 36 candidatos respaldados por ordens judiciais.
30/11/2017 por Redação
Tamanho da fonte A A

O curso de formação dura entre 5 e 6 meses (Foto: Google)

O governador Wellington Dias anunciou a convocação de 500 policiais militares e agentes penitenciários para iniciarem no dia 3 de janeiro o curso de formação. Ele também aproveitou a ocasião para anunciar o novo concurso da Polícia Militar para 2018, já com cargos adaptados para o combate aos criminosos de acordo com as categorias de baixo, médio e alto risco.

Em reunião com os secretários de Administração, de Justiça e de Segurança, o governador decidiu pelo chamamento dos 331 aprovados do concurso da Polícia Militar e dos 150 classificados no cadastro de reserva do concurso para agentes penitenciários. A decisão foi tomada na noite dessa quarta-feira (29), no Palácio de Karnak.

“Temos a necessidade de repor agentes penitenciários e, ao mesmo tempo, garantir as condições de funcionamento do novo presídio que deve ser inaugurado por volta de maio ou junho do próximo ano, que é a Cadeia Pública de Altos. Temos em andamento a construção de duas outras unidades que ensejará o chamamento desses que estão no cadastro de reserva”, pontuou o governador.

O curso de agente penitenciário tem duração média de quatro meses. A intenção declarada pelo governador é nomear 75 aprovados logo após a conclusão. Os outros 75 seriam chamados após a conclusão da Cadeia Pública de Altos, cujas obras estão em andamento, com 40% executadas.

“A equipe financeira do Governo do Estado está concluindo os estudos para a aprovação final do governador. A nomeação dependerá do equilíbrio financeiro do Estado, mas há um compromisso de logo garantir que isso aconteça, junto com obras em andamento”, ressaltou Daniel Oliveira, secretário de Estado da Justiça.

Em relação à PM, serão convocados 331 aprovados no último concurso para soldado, além de 36 candidatos respaldados por ordens judiciais. O curso de formação dura entre 5 e 6 meses e será distribuído em três centros, nas cidades de Teresina, Parnaíba e Picos.

“É a última etapa na formação dos policiais militares, que já superaram as outras fases. No segundo semestre de 2018, devemos ter esse efetivo à disposição da segurança do nosso estado”, disse o secretário de Estado da Segurança, Fábio Abreu.

Na mesma audiência, o governador Wellington Dias autorizou a promoção de 12 delegados, 48 agentes, 16 escrivães e 33 peritos da Polícia Civil.

Participaram da reunião, no Palácio de Karnak, o secretário da Justiça, Daniel Oliveira; o subsecretário da Justiça, Carlos Edilson; o subcomandante da Polícia Militar, Cel. Lindomar Castilho; o assistente do comando-geral da PM, tenente-coronel Soares; o secretário de Governo, Merlong Solano; o secretário da Administração, Franzé Silva; o secretário da Segurança, Fábio Abreu e o deputado estadual Dr. Hélio.


Fonte: Meio Norte

© 2017. | Manchete Piaui | Todos os direitos reservados.
Rua Monsenhor Hipólito, Nº 870, Sala 302, Centro, Picos – PI.
Celular / WhatsApp: (89) 9 9909-8954 - Email: manchetepiaui@gmail.com
Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Manchete Piaui.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.